PESQUISA

Institucional

A Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto (OSRP) foi fundada em 1921 e conta uma história de devoção e amor à música. Mantida pela Associação Musical de Ribeirão Preto, criada em 1938 por músicos e abnegados, desde então, a Orquestra funciona de modo ininterrupto e vem desenvolvendo importantes projetos que difundem a música erudita, reafirmando seu papel de destaque no setor artístico e nos cenários municipal e nacional.

Já são mais de 1.300 concertos oficiais realizados. Mensalmente, faz apresentações pelas séries “Concertos Internacionais”, com solistas brasileiros e estrangeiros renomados mundialmente, e “Juventude Tem Concerto” que realiza gratuitamente concertos interativos (maestros e músicos conversam com o público) dirigidos a crianças e jovens.

A OSRP é uma orquestra de ópera com participação em montagens como Madame Butterfly (Puccini), La Traviatta e Rigoletto (Verdi), Cavalleria Rusticana (Mascagni) e La Bohème (Puccini). E tem se apresentado em importantes eventos culturais, como o “Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão”; a série “In Concert” do clube A Hebraica de São Paulo; o “Ano Chopin no Brasil”, a “Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto”, e ocasiões como aniversários de municípios, inaugurações de teatros, dentre outras.

A OSRP tem a Escola de Canto Coral, com 120 alunos e três coros – Coro de Câmara, Coro Lírico e Coro Juvenil – que se apresentam em concertos da OSRP, no Theatro Pedro II de Ribeirão Preto, e em catedrais, clubes, praças etc.

Além disso, a orquestra ribeirão-pretana tem o Arquivo Histórico, que guarda documentos desde o início do século passado que contam a história da música e da vida cultural da cidade.

Já gravou quatro CDs: “Mozart e Beethoven”, “Coletânea” de obras consagradas do repertório sinfonico, “Jobim Sinfônico – do violão à orquestra” e “Clássicos Natalinos”, este lançado em dezembro de 2011 com participação dos três coros.

Com intenso trabalho social, a OSRP participa do projeto socioeducativo da Instituição Aparecido Savegnago de Sertãozinho-SP, ministrando aulas para jovens e crianças, e desenvolve o projeto “Tocando a Vida” com aulas de canto, música e instrumentos musicais para comunidades carentes em Ribeirão Preto e região. É uma orquestra itinerante, com apresentações variadas em muitas cidades brasileiras.

É administrada por entidade privada, sem fins lucrativos, responsável pela gestão e manutenção da OSRP – a Associação Musical de Ribeirão Preto – que conta com parcerias desenvolvidas junto às iniciativas pública e privada por meio de projetos de Lei Rouanet e contribuição de patronos e sócios.

 

Maestros consagrados

Regeram a orquestra ribeirão-pretana nomes como Roberto Minczuk, João Carlos Martins, Norton Morozowicz , Eleazar de Carvalho, Cláudio Cruz, Isaac Karabtchevsky, Filipe Lee, Spartaco Rossi, Ricardo Kanji, Gunter Neuhold e outros.

Solistas

Já participaram dos concertos da OSRP solistas de destaque como Caio Pagano, Nelson Freire, Dang Thai Son, Jacques Klein, Yara Bernette, Nicolas Koeckert, Matias de Oliveira Pinto, Fernando Portari, Rosana Lamosa, Daniella Carvalho, Ruggiero Ricci, Nathan Schwartzman, Antônio Meneses, Duo Assad, Ricardo Castro, Trio Brasileiro, Naná Vasconcelos, Dori Caymmi, Yamandú Costa, Leo Galdeman, Ivan Lins, Toquinho, Wanderléa, Miúcha, Agnaldo Rayol, Rick Vallen, Zélia Duncan e outros.