PESQUISA

NC - Wolfgang Amadeus Mozart (1756 - 1791) - Singt dem großen Bassa Lieder – Coro final do primeiro ato da ópera “O Rapto do Serralho”

Um coro pode assumir muitas funções em uma ópera, como por exemplo, fazer comentários narrativos da cena que está acontecendo, acompanhar solistas, realizar transições entre as trocas de personagens, ou ainda ser o próprio protagonista da cena. É bem comum o compositor usar o coro em momentos que ele necessita uma expressividade mais volumosa, porém, muitas vezes o coro também é utilizado para criar um ambiente mais contemplativo, quando as vozes assumem uma sonoridade mais calma e angelical, enfim, são muitas as possibilidades expressivas que um coro fornece a um compositor.

Na ópera O Rapto do Serralho, composta em 1792 por Mozart, um coro bastante peculiar aparece no final do primeiro ato, justamente na cena em que o Paxá Selim aparece com Konstanze, uma nobre dama espanhola que foi raptada por piratas turcos juntamente com seus criados – Blonde e Pedrillo, ambos noivos – e comprados por Selim para se juntarem a seu harém. Além de seu título original – Singt dem großen Bassa Lieder – que em uma tradução livre corresponderia à Cantemos para o poderoso Paxá Selim, ele também é conhecido como Coro dos Jeníssaros, que são os soldados de elite do exército otomano. Esse coro marca a entrada triunfal do líder, ou seja, do próprio Paxá, onde os soldados exaltam a presença do grande chefe, cantando “Vida longa ao Paxá Selim”.

Dario Rodrigues Silva