PESQUISA

Tocando a Vida

Sobre a Associação Musical de Ribeirão Preto

Desde 1938, ano da fundação da Associação Musical Ribeirão Preto, a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto nos encanta com apresentações e vem desenvolvendo importantes projetos participativos difundindo música erudita à comunidade, reafirmando papel de destaque nos cenários municipal-nacional.

 

Sobre o projeto Tocando A Vida

O Tocando A Vida é um projeto mantido pela Associação Musical de Ribeirão Preto, também mantenedora da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Trata da inclusão sociocultural que permite às crianças e jovens acesso à música erudita, possibilitando ultrapassar os limites da condição social que se encontram. Segundo intento a ser desenvolvido, busca descobrir e formar jovens talentos para a música erudita, oferecendo aulas gratuitas de instrumento, canto coral e teoria musical para mais de 600 alunos. Os professores do projeto são, preferencialmente, músicos da OSRP e, na impossibilidade destes, especialistas provindos das universidades de música. A consolidação dos núcleos onde o projeto será realizado e a frequência dos alunos possibilitará a criação de uma Orquestra Sinfônica Jovem (violino, viola, violoncelo e contrabaixo); um Grupo de Câmara de Flautas Doce e Conjuntos de Canto Coral, destinando os alunos a apresentações profissionais. Estes grupos participarão semanalmente de atividades artístico-pedagógicas de alto nível, através de concertos públicos para a comunidade – uma retribuição deste aprendizado para a esfera pública. É possível mensurar a evidente melhora destes alunos nas disciplinas escolares – requisito para sua manutenção nos grupos artísticos.

 

Núcleos

Dois dos três núcleos do projeto Tocando A Vida localizam-se em bairros periféricos, com marginalização, violência urbana, fácil acesso às drogas, baixa qualificação profissional e dificuldades no universo escolar, com ausência de ofertas efetivas de cultura e lazer. Baseados nesta realidade, carente de projetos artístico-sociais relevantes, busca viabilizar práticas transformadoras do cotidiano desta população. São eles:

 

  • EMEF Nelson Machado - Endereço : Rua Moacir Canela, 131 - Jardim Maria Casagrande Lopes
  •  EMEF Professor Honorato de Lucca - Rua Anhembi, 401 - Jardim Salgado Filho I
  • Sede da AMRP – Rua São Sebastião, 1002 – Centro – Ribeirão Preto – SP

 

Objetivos principais

A transformação da sociedade, através da equidade cultural e educacional é o objetivo maior deste projeto, que prioriza:

 

  • Inclusão sociocultural através da oportunidade do aprendizado da música clássica para crianças, jovens, visando à atuação preventiva à marginalização;

 

  • Melhoria do desempenho escolar em todas as disciplinas, através do fomento da interdisciplinaridade postulada pelas aulas de teoria musical e apreciação musical;

 

  • Formação de público intelectualmente e culturalmente preparado para salas de concertos, museus etc.;

 

  • Capacitação profissional, visando o aumento de oportunidades de inserção futura no mercado de trabalho.

 

Recursos

Os recursos financeiros para o projeto são disponibilizados através da iniciativa privada repassados como benefícios sociais ao ensino, cultura e arte à esfera pública, em especial a mais carente, a maioria como incentivos fiscais - Lei Rouanet, possibilitando a manutenção dos impostos de grandes empresas na região, repassados ao maior órgão artístico-cultural da cidade, a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, que fornece os professores e músicos experientes da orquestra para ministrarem cursos de música nas escolas públicas, fato que não seria possível sem esta estrutura. A nossa atuação é baseada nas leis:

Lei n°. 8.313/1991 (Rouanet) – Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Lei nº 11.769/2008 – obrigatoriedade da música como disciplina em escolas normais.

Apresentação

Apresentação

Cartaz do Tocando a Vida

Cartaz do Tocando a Vida

Banner Tocando a Vida

Banner Tocando a Vida

Folder Tocando a Vida

Folder Tocando a Vida